Página Inicial / Assitência Social / 10/08 AGORA POUCO: PF faz operação para investigar fraudes na obtenção do FGTS e Auxílio Emergencial

10/08 AGORA POUCO: PF faz operação para investigar fraudes na obtenção do FGTS e Auxílio Emergencial

Operação Submundo SP.jpg

São José dos Campos/SP – A Polícia Federal deflagrou hoje (10/8) a Operação Submundo, para reprimir fraudes em detrimento da Caixa Econômica Federal, com obtenção fraudulenta de recursos do auxílio-emergencial COVID 19 e FGTS.

Estão sendo cumpridos três mandados de busca e apreensão, expedidos pela Justiça Federal em São José dos Campos/SP, a pedido da própria Polícia Federal.

Os mandados são cumpridos nas cidades de Mauá-SP, Patos-PB e João Pessoa-PB.

Nos locais de busca foram apreendidos computadores, celulares, documentos falsos e veículos adquiridos com valores obtidos nas fraudes

Foi também encontrada uma pequena plantação de maconha, o que motivou a prisão em flagrante de um dos investigados.

Foram investigados crimes de associação criminosa, uso de documentos falsos e estelionato praticados mediante furto e uso de dados pessoais de terceiros (vítimas) para abertura indevida de contas bancárias, empresas, solicitação e obtenção de empréstimos bancários e habilitação de linhas telefônicas.

Durante as investigações foram identificadas várias pessoas suspeitas de cometerem estes crimes por meio da “internet”, causando grandes prejuízos às pessoas físicas e jurídicas, cujos dados são indevidamente utilizados pelos criminosos, tanto particulares quanto entidades públicas.

 Com a análise das apreensões e perícias a serem realizadas, a Polícia Federal tem a expectativa de identificar outros suspeitos e novos crimes que também serão objeto de apuração.

Fonte/Foto: Comunicação Social da Polícia Federal em São José dos Campos/SP

Você pode Gostar de:

PC DE GUARAPARI:  investigação do caso de estelionato segue em busca de uma associação criminosa com outras pessoas

A Polícia Civil do Espírito Santo (PCES), por meio da Delegacia Especializada de Investigações Criminais …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *