Página Inicial / Fiscalização / 22/10 AGORA: PF investiga viúva de membro de organização criminosa que estaria adquirindo imóveis para ocultar a origem dos valores oriundos de crimes praticados pelo grupo

22/10 AGORA: PF investiga viúva de membro de organização criminosa que estaria adquirindo imóveis para ocultar a origem dos valores oriundos de crimes praticados pelo grupo

65d57938-00bc-4318-9f3c-c5620f6d1267.jpg

Anápolis/GO – A Polícia Federal deflagrou hoje (22/10) a Operação Registro, com o objetivo de combater o crime de lavagem de dinheiro que teria sido cometido por mulher de um ex-membro de organização criminosa especializada em roubo a banco, no estilo conhecido como “Velho Cangaço” (quando uma pequena cidade é tomada pelo grupo criminoso para roubar).

Policiais federais deram cumprimento a um mandado de busca e apreensão, na cidade de Cabrobó/PE, além do sequestro judicial de 2 (duas) casas, avaliadas em mais de R$ 1,5 milhões.

As medidas foram expedidas pela 1º Vara dos Feitos Relativos a Delitos Praticados por Organização Criminosa e de Lavagem ou Ocultação de Bens, Direitos e Valores de Goiânia/GO.

 De acordo com as investigações, a esposa do suspeito estaria adquirindo imóveis em Anápolis/GO, para ocultar a origem dos valores oriundos de crimes praticados pelo grupo. O autor dos roubos a bancos morreu em confronto com as Forças Policiais de Minas Gerais.

Está sob apuração o crime de “lavagem” ou ocultação de bens, direitos e valores, previsto na Lei nº 9.613/98, com pena de reclusão de 3 (três) a 10 (dez) anos e multa.

Fonte/Foto: Comunicação Social da Polícia Federal em Goiás

Você pode Gostar de:

24/11 AGORA: Brasil e Paraguai acertam conclusão de ponte para ligar os dois países

O presidente Jair Bolsonaro se reuniu nesta quarta-feira (24) com seu homólogo paraguaio, Mario Abdo …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *