Página Inicial / Geral / 25/08 AGORA: PF combate fraudes eletrônicas bancárias que já ultrapassaram o valor de R$ 680 mil

25/08 AGORA: PF combate fraudes eletrônicas bancárias que já ultrapassaram o valor de R$ 680 mil

81.jpg

Campinas/SP – A Polícia Federal deflagrou nesta manhã (25/8) a Operação Código-Fonte, para desarticular associação criminosa especializada em fraudes eletrônicas envolvendo cartões de crédito e benefícios sociais perante a Caixa Econômica Federal, inclusive, o Auxílio Emergencial.

Policiais federais deram cumprimento a quatro mandados de busca e apreensão, expedidos pela Primeira Vara Federal de Jundiaí.

Dos mandados, três foram cumpridos na cidade de São Paulo e um na cidade de Jundiaí, envolvendo seis investigados.

A investigação foi iniciada a partir de informações obtidas após a prisão em flagrante, em 2.7.2020, de um nacional, na agência da Caixa na cidade de Várzea Paulista, por saques fraudulentos de benefícios sociais em nome de terceiros.

Após trabalho investigativo com o apoio da Caixa Econômica Federal, a Polícia Federal identificou seis integrantes da associação criminosa, os quais usavam dados obtidos em bancos de dados privados e, por meio de cruzamento de informações e clonagem de cartões, buscavam beneficiários de auxílios pagos por meio eletrônico, assumindo digitalmente suas identidades e sacando os valores.

As fraudes já ultrapassaram o valor de R$ 680 mil, com a probabilidade do grupo delituoso já ter tido acesso a dados de mais de 30 mil cartões.

Os investigados vão responder pelos crimes de estelionato com causa de aumento de pena e associação criminosa, cujas penas somadas ultrapassam 10 anos de prisão.

Fonte/Foto: Comunicação Social Delegacia de Polícia Federal em Campinas/SP

Você pode Gostar de:

23/09 AGORA, REFORMA ELEITORAL: Presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) elogia proposta aprovada pelo Congresso, texto segue para promulgação com prazo até 2 de outubro, veja  

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Luís Roberto Barroso, elogiou hoje (23) a aprovação …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *