Página Inicial / Fiscalização / 26/02 PF: esquema de emissão de laudos para porte, registro de arma de fogo e atuação como vigilante

26/02 PF: esquema de emissão de laudos para porte, registro de arma de fogo e atuação como vigilante

Governador Valadares/MG – A Polícia Federal deflagrou na manhã de hoje (26/2), nas cidades mineiras de Ipatinga e Governador Valadares, a Operação PAPEL EM BRANCO, em continuidade a investigações que apuraram a prática de crimes de falsidade ideológica na elaboração de laudos psicológicos para aquisição, porte, renovação e registro de arma de fogo, bem como para atuação como vigilante.

Policiais federais deram cumprimento a um mandado de busca e apreensão e quatro mandados de suspensão de atividade econômica (3 em Ipatinga e 1 em Governador Valadares),

O inquérito foi instaurado em 2019, após uma psicóloga ter sido presa em flagrante pela PMMG em Ipatinga/MG. A prisão ocorreu devido à emissão de um laudo ideologicamente falso para um cidadão que desejava adquirir arma de fogo.

A psicóloga, que aplicou o teste, havia sido descredenciada pela Polícia Federal em fevereiro de 2019, mas continuou a aplicar testes utilizando folhas em branco assinadas por outra psicóloga que passou a atender no mesmo local.

Foram apurados, durante as investigações, a emissão de cerca de 75 laudos ideologicamente falsos, emitidos após a aplicação de testes pela psicóloga já descredenciada. Estes laudos foram impressos em folhas previamente assinadas por outra psicóloga, então credenciada, mas que não estava presente por ocasião da aplicação dos testes e emissão dos falsos laudos.

Além das duas psicólogas, a Polícia Federal também investiga a responsável pela empresa para quem as psicólogas trabalhavam. As três são investigadas pela emissão de laudos ideologicamente falsos e pelo crime de associação criminosa, estando sujeitas, se condenadas, a penas que variam de 2 a 10 anos de reclusão e multa.

Foi cumprida busca na sede da empresa, expedidas ordens de suspensão de atividade contra as duas psicólogas, a empresária e seu grupo empresarial.  As profissionais também foram proibidas de realizar atividade de avaliação de aptidão psicológica para manuseio de arma de fogo.

 Seguindo todos os protocolos de cuidados do Ministério da Saúde, a Polícia Federal prossegue com seu trabalho.

Fonte/Foto: Comunicação Social da Polícia Federal em Governador Valadares/MG

Você pode Gostar de:

OPERAÇÃO DA PF: desarticula organização criminosa e apreende mais de 600 kg de maconha

Brasília/DF – A Polícia Federal deflagrou, com apoio da PMDF e PMGO, no sábado (17/4) …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *