Página Inicial / Fiscalização / 2ª fase da Operação Elétron: PCES fiscaliza empresas que revendiam fiação irregular

2ª fase da Operação Elétron: PCES fiscaliza empresas que revendiam fiação irregular

A Delegacia Especializada de Defesa do Consumidor (Decon), em uma ação integrada com a Comissão de Defesa do Consumidor da Assembleia Legislativa do Espírito Santo (Ales) e com o Instituto de Pesos e Medidas do Estado do Espírito Santo (Ipem-ES), deflagrou, na quinta-feira (19), a segunda fase da Operação Elétron.

Foram alvo da fiscalização dez empresas nos municípios de Vitória, Vila Velha, Serra e Cariacica, que estavam revendendo fiação irregular de uma empresa interditada no dia 10 deste mês.

Os testes do Ipem-ES apontaram que os cabos comercializados apresentavam irregularidades.

Foram apreendidos, aproximadamente, 40 mil metros de fios, sendo que uma das empresas estava instalando a fiação em iluminação pública para uma prefeitura da Grande Vitória.

“Também foram notificadas mais de 60 construtoras e incorporadoras que, segundo notas fiscais, adquiriram o produto irregular, alertando para a não instalação do material e a indicação dos locais de sua instalação.

Foram identificados dois locais de incêndio atribuídos à fiação irregular”, conta o titular da Decon, delegado Eduardo Passamani.

O diretor-geral do Ipem-ES, Rogerinho Pinheiro, destacou que o papel do Instituto de Pesos e Medidas do Estado é promover ações de verificação e fiscalização de produtos e equipamentos, zelando pela qualidade e pela boa relação de consumo.

Por isso, as operações de fiscalização são constantes. 

“O Ipem-ES tem acompanhado a Operação Elétron junto com a Polícia Civil, realizando testes nos materiais apreendidos para a verificação das condições de qualidade e especificações corretas dos produtos.

Quando o item apresenta irregularidade, ele é retido e o fabricante é multado.

O valor da multa pode chegar até R$ 1,5 milhão, tudo depende da reincidência, do tipo de irregularidade e outras condicionantes”, afirmou Rogerinho Pinheiro.

O diretor-geral do Ipem-ES prosseguiu: “o consumidor deve ficar atento no ato da compra de um produto, se suspeitar de irregularidade ou tiver alguma dúvida, e pode ligar para a Ouvidoria do Ipem, no 0800 039 1112, e registrar sua reclamação ou denúncia.

Nós vamos ao local, recolhemos o item, fazemos testes e se for o caso de constatado erro ou falha, entramos em contato com a empresa”, explicou.

Operação Elétron

A operação foi batizada de “Operação Elétron”, devido ao movimento de elétrons que formam a corrente elétrica que passa nos fios elétricos. É uma referência à energia elétrica.

Você pode Gostar de:

ESPÍRITO SANTO: Polícia Federal combate contrabando de migrantes, uma delas, inclusive, já foi indiciada e presa pelo mesmo crime

Vila Velha/ES – A Polícia Federal cumpre na sexta-feira (24/9) mandado de busca e apreensão …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *