Página Inicial / Fiscalização / 30/08 AGORA: PF combate tráfico de drogas, levantamentos preliminares apontam o envolvimento de uma empresa em movimentações atípicas de mais de R$ 63 milhões

30/08 AGORA: PF combate tráfico de drogas, levantamentos preliminares apontam o envolvimento de uma empresa em movimentações atípicas de mais de R$ 63 milhões

 

a2bcae41-f437-4d5f-b8b1-dabd8b52b9e8.jpg

São Paulo/SP – A Polícia Federal, com apoio do GAECO/SP, deflagrou nesta segunda-feira (30/8) a OPERAÇÃO ARREMEDO, objetivando desarticular uma associação criminosa voltada ao tráfico de drogas.

Ao todo, estão sendo cumpridos 21 mandados judiciais, sendo 5 mandados de busca e apreensão (2 na cidade de São Paulo, 1 em Barueri/SP, 1 em Mairiporã/SP e 1 no Rio de Janeiro/RJ), 4 mandados de prisão temporária e 12 de constrição de bens e direitos.

Doze pessoas (entre físicas e jurídicas) tiveram os sigilos bancário e fiscal afastados por ordem da 1ª Vara de Crimes Tributários, Organização Criminosa e Lavagem e Bens e Valores de São Paulo/SP.

Levantamentos preliminares apontam o envolvimento de uma empresa em movimentações atípicas de mais de R$ 63 milhões, motivo pelo qual foi determinado o bloqueio dos ativos financeiros dos investigados, com limite de R$ 7 milhões para cada uma das pessoas jurídicas e R$ 3,5 milhões para cada um dos demais investigados.

A investigação começou a partir da suspeita de que uma célula da associação criminosa, responsável pelo transporte, utilizava um automóvel falsamente identificado como se fosse dos Correios para movimentar drogas.

No curso da apuração, dois investigados foram presos na posse de aproximadamente 140 quilos de cocaína.

Por meio da análise de diversas informações, inclusive relatórios do COAF, foi possível identificar o suspeito fornecedor desse entorpecente, também responsável pelo uso de duas empresas para lavagem.

As diligências policiais feitas na data de hoje tem a finalidade de bloquear o patrimônio da organização criminosa e possibilitar posterior perdimento em favor da União.

O nome Arremedo remete à reprodução ilegal do automóvel dos Correios, usado pela organização criminosa.

Os investigados poderão ser indiciados pela prática dos crimes de tráfico de drogas (art. 33 da Lei 11.343/06), com pena 5 a 15 anos e multa; de associação para o tráfico (art. 35 da Lei 11.343/06), com pena de 3 a 10 anos e multa; e de lavagem de dinheiro (art. 1º da Lei 9.613/98), com pena de 3 a 10 anos e multa.

Fonte/Foto: Comunicação Social da Polícia Federal em São Paulo

Você pode Gostar de:

ESPÍRITO SANTO: Polícia Federal combate contrabando de migrantes, uma delas, inclusive, já foi indiciada e presa pelo mesmo crime

Vila Velha/ES – A Polícia Federal cumpre na sexta-feira (24/9) mandado de busca e apreensão …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *