Página Inicial / Geral / CACHOEIRO: Morre vereador Silvinho, vítima da Covid-19, Chupeta deve assumir

CACHOEIRO: Morre vereador Silvinho, vítima da Covid-19, Chupeta deve assumir

                        

A Câmara Municipal de Cachoeiro de Itapemirim oficialmente comunica, com enorme pesar, o falecimento do vereador Sílvio Coelho Neto, o querido Silvinho, ocorrido por volta de 7h00 da manhã desta sexta-feira (04). Após permanecer por cerca de duas semanas em isolamento,
 
Silvinho foi internado no dia 18 de maio com Covid-19, na UTI do Hospital Evangélico. 
 
Com o agravamento do seu quadro de saúde, foi intubado e passou por traqueostomia. 
 
Com autorização médica, já que o falecimento ocorre fora do período de transmissibilidade do vírus, o corpo de Silvinho será transferido para o Cemitério Parque, no bairro IBC, de onde será conduzido em cortejo às 12h30, em carro do Corpo de Bombeiros, para o cemitério de Conduru. O sepultamento está previsto para as 17h00. 

O presidente da Câmara, Brás Zagotto (PV), muito abalado com a notícia, diz que o falecimento é uma grande perda para o município e já anunciou o luto oficial por três dias.

“Estou chocado e muito triste. Silvinho era um excelente vereador, muito presente na Câmara, um grande guerreiro. Era querido por todos, excelente ser humano, e muito ligado à família e à comunidade de Conduru.

É mais um grande amigo que se vai. Só posso deixar meus sentimentos à família e desejar que tenham forças para suportar a dor, que é imensa para todos nós”, lamentou o presidente.

 

Biografia

Cachoeirense, morador do distrito de Conduru, Silvinho tinha 54 anos e cumpria seu segundo mandado na Câmara Municipal, pelo partido Republicanos. Filho de Yvonne Salles Coelho Filho e Ilo Coelho, vinha de família com grande expressão política no município.

Seu pai foi vereador em 1976, presidente da Câmara e vice-prefeito. O irmão Marcos Coelho também foi vereador e presidente da Câmara.

Sílvio era casado com Marta Cristina Sanson, pai de Yasmin Sanson Coelho, e avô dedicado do neto Bernardo. Empresário, comandava junto com o pai a tradicional Padaria e Confeitaria Santa Rita, em Conduru.

Suplente 

 

Você pode Gostar de:

GOVERNO DO ES: MPC pede devolução de R$ 171 mil referente a gastos da Sesp em publicidade com caráter de promoção pessoal e condenação da superintendente estadual de Comunicação Social, Flávia Regina Dallapicola Teixeira Mignoni

O Ministério Público de Contas (MPC) interpôs pedido de reexame visando à condenação dos responsáveis …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *