Página Inicial / Geral / CASAGRANDE PARTICIPA: Do dia D de vacinação realizado neste domingo (13) em Viana

CASAGRANDE PARTICIPA: Do dia D de vacinação realizado neste domingo (13) em Viana

O governador do Estado, Renato Casagrande, participou, na manhã deste domingo (13), do ato simbólico que marcou o início da aplicação das primeiras doses no Dia D de vacinação para o estudo de efetividade do uso da meia dose da vacina AstraZeneca na população vianense de 18 a 49 anos.

A Campanha Viana Vacinada deve imunizar até 35 mil pessoas contra o novo Coronavírus (Covid-19) em uma iniciativa pioneira no País.

O estudo denominado “Efetividade, Segurança e Imunogenicidade da Meia Dose da Vacina ChAdOx1 nCoV-19 (AZD1222) para Covid-19” combina vacinação com meia dose no público definido, além de acompanhamento da resposta imune e sequenciamento genético da Covid-19.

“Um domingo de muita alegria para Viana, para o Espírito Santo, para o Brasil e para a ciência mundial.

Esse Dia D é muito importante para proteger a população vianense contra essa doença, mas se mostra ainda mais relevante para a ciência.

Temos mais de cinco bilhões de pessoas no mundo que estão sem vacina. Se atingirmos os resultados que esperamos, vamos produzir um efeito social-econômico extraordinário.

Certamente será um benefício sem precedentes para todo o mundo”, destacou o governador.

Casagrande defendeu que o Brasil volte a liderar o continente na produção de vacinas, servindo de exemplo às demais nações. “Quantos países pobres não têm condições de vacinar suas populações e por isso são dependentes de outras nações.

O Brasil deveria estar liderando a América, fornecendo vacina para os países vizinhos. A vacina hoje virou um instrumento de diplomacia mundial. O momento é de integração de todos os órgãos e de fortalecimento do SUS, demonstrado de forma cabal que a ciência vai seguir salvando as vidas, como sempre fez em toda história”, pontuou.

O ato também foi acompanhado pelo secretário de Estado da Saúde, Nésio Fernandes, que destacou o ineditismo da ação. “Hoje é um dia de esperança e também um dia inédito na história do Espírito Santo.

Estudos ousados como esse apontam um novo caminho para a imunização da população, hoje sedenta para exercer seu direito de ser vacinada. A qualidade e profundidade desse estudo demonstra o que o Sistema Único de Saúde é capaz de produzir em favor da população”, declarou.

Nésio Fernandes fez um agradecimento a todos os profissionais de saúde que fazem parte desta iniciativa. “Destaco a liderança da professora Valéria Valim, que tem destaque no SUS e muito nos orgulha.

Agradeço a missão da OPAS [Organização Pan-Americana da Saúde] pelo apoio e a todos os servidores da Saúde. A população de Viana escreve seu nome na história para o bem de todos os brasileiros”, complementou o secretário da Saúde.

A coordenadora do estudo, professora e médica Valéria Valim agradeceu em nome dos pesquisadores a confiança na realização deste estudo de grande importância tanto para cidade quanto para o Brasil.

“Agradecemos a todos os trabalhadores do SUS por esse grande esforço de três semanas para realização dessa vacinação em massa e também de todas as instituições envolvidas no desenvolvimento do estudo”, afirmou.

“O Espírito Santo tem sido parceiro em muitas coisas, mas principalmente em inovação. A união de todas as pessoas que acreditam em suas autoridades. Na OPAS, trabalhamos para a saúde das pessoas, para que ninguém fique para trás.

Nessa longa e difícil pandemia que colapsou o mundo inteiro, desde os mais ricos até os mais pobres, muitas pessoas perderam entes queridos. Mas, nós, como seres humanos, sempre temos esperança e a vacinação é essa esperança”, ressaltou a representantes da OPAS no Brasil, Socorro Gross Galiano.

Socorro Gross reforçou que o trabalho é para que toda a população mundial seja vacinada e o estudo pode ser uma chave para aumentar a disponibilidade de vacinas.

O SUS é muito importante e a união de suas autoridades é muito importante. É a vacinação que vai trazer a alegria de poder abraçar os nossos pais, de que os nossos filhos retornem às escolas, dos jovens de viver e de nos sentirmos novamente protegidos. Vamos juntos, pois só assim vamos mudar o rumo dessa pandemia”, afirmou.

Também estiveram presentes na solenidade, a vice-governadora do Estado, Jacqueline Moraes; o secretário de Estado de Governo, Gilson Daniel; o reitor da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), Paulo Sérgio de Paula Vargas; e o superintendente estadual do Ministério da Saúde, Bartolomeu Martins Lima.

Dia D

Após a solenidade de início da Campanha Viana Vacinada, o prefeito Wanderson Bueno, um dos voluntários do estudo, realizou a coleta de sangue e, em seguida, os profissionais da saúde deram início a aplicação da meia dose.

“Tenho 33 anos, sem comorbidades, por isso, não sabia quando iria poder tomar a vacina. Hoje serei um dos imunizados.

Fico muito feliz em participar desse grande dia, que será histórico ao escrever uma página na ciência mundial.

Estamos dando uma contribuição ao mundo. Tenho absoluta certeza que os resultados que vamos encontrar aqui mudará a forma de vacinar em todo o mundo”, disse.

Uma das primeiras a receber a meia dose, a auxiliar administrativa, Luciana Silva de Almeida, de 25 anos, não escondia o sentimento de animação.

“Estou com muita expectativa de que esse estudo possa dar o melhor resultado possível e uma solução para a sociedade.

A meu ver, tudo isso que vamos vivenciar é a demonstração do desenvolvimento do município, que gera pontos também para o Estado e para o País.

A população vianense está em prol do desenvolvimento, aberta a novas mudanças e com força de vontade para vencer esse vírus”, declarou a moradora de Vila Bethânia.

A digital influencer Gabriela Passos Corrêa, 38 anos, disse que não poderia se negar a participar do estudo.

“Por certo, alguém se disponibilizou para testar as 29 vacinas que estão carimbadas no meu cartão de vacinação. Então, como forma de gratidão, me sinto com a responsabilidade cidadã para contribuir com as futuras gerações, e, como tal, sou voluntária por uma causa que aflige o nosso País e o mundo.

Como o meu município foi escolhido, tenho saúde e nenhuma intercorrência que impeça realização deste ato, estou apta e segura de que nada irá prejudicar a minha saúde”, garantiu a moradora do bairro Vila Bethânia desde que nasceu.

Outra munícipe que estava também com sentimento em poder contribuir com a sociedade foi a autônoma Laudiceia Santos da Silva, de 33 anos, também moradora de Vila Bethânia:

“Eu soube da notícia do projeto pela televisão e confesso que de início eu fiquei um pouco insegura. Mas depois que vi as explicações e que a meia dose tem a eficiência próxima da dose padrão, eu fiquei mais confiante e feliz.

É um mix de sentimentos: ansiedade e gratidão ao mesmo tempo, porque nós moradores de Viana, estamos sendo privilegiados. Estamos contribuindo para um estudo que pode adiantar a vacinação no mundo inteiro.”

O sentimento também foi seguido pelo pastor Ramires Campos Silvano, de 39 anos, morador do bairro Bom Pastor.

“Eu recebi a notícia com muita emoção. Não esperava e estou muito emocionado em saber que vou fazer parte do estudo que vai ficar marcado na história do município.

Esse é o pontapé para que esse caos acabe. Eu apoio! Devemos sim tomar a vacina. A sabedoria vem do céu e foi Deus quem deu a sabedoria ao homem. A medicina e a ciência foram dadas por Ele para que nós façamos uso”, enfatizou.

Logo após o ato simbólico realizado na sede do É Para Já, em Marcílio de Noronha, o governador Renato Casagrande e demais autoridades visitaram outros locais de vacinação no município.

Ao todo, a meia dose da vacina está sendo aplicada em 35 postos distribuídos em vários bairros da Viana. A comitiva esteve em pontos de vacinação nos bairros Vila Bethânia, Canaã, Universal e também em Marcílio de Noronha.

Foto: Hélio Filho/Secom

Você pode Gostar de:

19/10 AGORA: PF investiga grupo criminoso responsável pela remessa de drogas para a Europa a partir de aeronaves militares

Brasília/DF – A Polícia Federal deflagrou hoje (18/10), em Brasília/DF, a 4ª fase da Operação Quinta …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *