Página Inicial / Fiscalização / Conselho debate ações que levaram Espírito Santo ao 1º lugar em transparência no Brasil

Conselho debate ações que levaram Espírito Santo ao 1º lugar em transparência no Brasil

As ações realizadas pelo Governo do Estado para promover a transparência e o controle social, que levaram o Espírito Santo a ser o Estado mais transparente do Brasil, foram tema de debate na 50ª reunião ordinária do Conselho de Transparência Pública e Combate à Corrupção do Espírito Santo, na tarde desta quinta-feira (08).

A Escala Brasil Transparente – Avaliação 360°, da Controladoria Geral da União (CGU), divulgada no último dia 12 de março, mostra que o Estado recebeu nota máxima (10), atendendo a todos os quesitos avaliados e ocupando o topo do ranking entre os 27 Estados.

“O Conselho tem papel fundamental nessa conquista, pelo acompanhamento social que promove. O Estado, que havia sido 1º lugar de 2014 a 2017, tinha caído para a 8ª colocação em 2018 e retomou a liderança por meio do esforço conjunto entre os órgãos e instituições estaduais”, observou o secretário de Estado de Controle e Transparência, Edmar Camata.

A subsecretária de Estado de Transparência, Mirian Porto do Sacramento, destacou que esse trabalho passou pela qualificação das informações disponibilizadas nos portais oficiais do Governo do Estado e das respostas a pedidos de acesso à informação, que ganharam também mais agilidade.

Terminal de Itaparica

Atendendo a um convite dos conselheiros, o diretor-presidente do Departamento de Edificações e de Rodovias do Estado (DER), Luiz Cesar Maretto, participou da videoconferência para esclarecer dúvidas e apresentar os detalhes da obra realizada no Terminal de Itaparica, em Vila Velha. 

Maretto falou sobre os ajustes realizados após a entrega da obra e sobre os valores gastos na nova cobertura que foi colocada no local, entregue à população no último dia 22 de janeiro. “Sou grato pelo convite feito pelo Conselho. Acho esse acompanhamento extremamente importante. Todas as obras feitas pelo DER e os valores gastos estão no nosso site”, salientou o diretor-presidente do DER.

O Conselho de Transparência Pública e Combate à Corrupção do Estado tem entre seus membros representantes do Poder Executivo, do Ministério Público (MPES), do Tribunal de Contas do Estado (TCE-ES), da Assembleia Legislativa do Espírito Santo (Ales), do Poder Judiciário e da sociedade civil organizada.

 

Você pode Gostar de:

Senador diz ter assinaturas para ampliar investigação da CPI da Covid

Senadores governistas trabalham para que o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM- MG), tenha mais …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *