Página Inicial / Geral / DECCEC prende cinco pessoas e apreende cerca de 300 quilos de maconha

DECCEC prende cinco pessoas e apreende cerca de 300 quilos de maconha

A equipe da Delegacia Especializa de Repressão aos Crimes Contra Estabelecimentos Comerciais (DECCEC) descobriu um esconderijo de entorpecentes onde estavam, aproximadamente, 300 quilos de maconha, e prendeu cinco pessoas, durante investigações acerca de roubos em postos de combustíveis localizados em Vila Velha. As prisões ocorreram no início do mês de dezembro e foram divulgadas em entrevista coletiva, na quarta-feira (23). 

A unidade tentava localizar um foragido do sistema prisional envolvido em diversos roubos a estabelecimentos comerciais e acabou descobrindo que esse indivíduo era integrante de uma associação criminosa voltada ao tráfico de drogas.

O delegado-geral da Polícia Civil, José Darcy Arruda, esclareceu que, muitas vezes, os crimes contra o patrimônio e o tráfico de drogas podem estar relacionados. “Esses três fatores estão intrinsecamente ligados, que é o tráfico de drogas, o homicídio e o roubo. O traficante, geralmente, para conquistar territórios pratica homicídios e quando ele perde a droga, seja para a polícia ou para seus concorrentes, ele tem que pagar, então pratica roubos para arrecadar fundos e pagar a droga”, explicou. 

Após dias de investigação, a DECCEC conseguiu localizar o investigado em um sítio, na localidade de Retiro do Congo, em Vila Velha. Ao realizar buscas no local, os policiais encontraram aproximadamente 300 quilos de maconha, divididos em 490 tabletes. Além do investigado, outros três indivíduos estavam no sítio. Ao questioná-los, os policiais foram informados que o verdadeiro dono do entorpecente estava em outro local. 

“No decorrer das diligências, nós obtivemos informações e fomos até a residência desse indivíduo. Ele morava na frente da praia, em Itaparica e, no momento da prisão, ele estava contando dinheiro proveniente da venda da droga, dinheiro que foi apreendido, e diversos comprovantes de depósitos bancários”, explicou o titular da DECCEC, delegado Gabriel Monteiro. 

Ao verificar o histórico deste último detido, o delegado descobriu que ele já tinha sido preso no Mato Grosso do Sul, vendendo pasta base de cocaína. Todos os detidos foram autuados em flagrante pelos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico. As investigações prosseguem, com o objetivo de identificar outros possíveis envolvidos. 

 

Você pode Gostar de:

10/04 AGORA: aumento de casos de covid em menores de 59 anos supera 1.000%

Os casos de covid-19 nas faixas etárias de 30 a 39 anos de idade, de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *