Página Inicial / Fiscalização / Fórum Nacional de Governadores pedem compra de medicamentos para kit intubação

Fórum Nacional de Governadores pedem compra de medicamentos para kit intubação

O Fórum Nacional de Governadores informou ontem (18) que enviou uma carta ao Ministério da Saúde para alertar sobre o baixo estoque de medicamentos do chamando “kit intubação”, utilizado para intubar de pacientes que estão em tratamento contra a covid-19 em unidades de tratamento intensivo (UTIs) e precisam de respiradores artificiais.

Os governadores pediram a compra emergencial de bloqueadores neuromusculares, anestésicos e sedativos pelo período mínimo de 60 dias e a distribuição para todos os estados por meio do Sistema Único de Saúde (SUS).

No documento, os governadores afirmam que o monitoramento feito pelo Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) mostra que 11 medicamentos do kit estão em falta ou com estoque para 20 dias em 10 estados. No caso dos bloqueadores neuromusculares, 18 estados registram falta ou estoque baixo, que também deve durar 20 dias.

Em nota, o Ministério da Saúde informou que 24 estados e o Distrito Federal enviaram à pasta informações sobre o consumo de medicamentos para intubação. O ministério informou que foi solicitada nesta quinta-feira a compra de 665.507 medicamentos para o período de 15 dias, conforme consumo médio mensal.

Mais cedo, o Ministério da Saúde informou que foram liberados 1.639 leitos de UTI adulto e oito leitos de UTI infantil para 64 municípios localizados em São Paulo e em Goiás. Os leitos serão exclusivos para pacientes com quadro grave de covid-19. O valor do repasse mensal será de R$ 79 milhões.

Fonte: André Richter – Repórter da Agência Brasil – Brasília Foto: © Rovena Rosa/Agência Brasil

 

Você pode Gostar de:

PF prende cinco em flagrante por furtar agências bancárias e aplicar golpes em bancos de vários Estados da Federação

Rio de Janeiro/RJ – Na segunda-feira, 26/7, a Polícia Federal, em conjunto com a Força …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *