Página Inicial / Geral / PF prende hacker pela realização de diversos ataques de alta complexidade aos sistemas da CAIXA

PF prende hacker pela realização de diversos ataques de alta complexidade aos sistemas da CAIXA

Operação.PNG

Rio de Janeiro/RJ – A Polícia Federal concluiu, na manhã desta quarta-feira (08/09), a Operação Blue Team, deflagrada no dia 26/08/21, com o objetivo de desarticular organização criminosa especializada em fraudes bancárias eletrônicas, via internet banking, contra diversos programas sociais e contas bancárias da CAIXA.

A investigação teve início a partir da detecção e denúncia formulada por equipe de especializada de segurança da CAIXA, a qual relatava a ocorrência de milhares de transações financeiras realizadas mediante sofisticadas ações em ambiente cibernético.

Na ação do dia 26/08, a Polícia Federal cumpriu dois mandados de busca e apreensão visando angariar provas relacionadas aos crimes cometidos, apreender bens obtidos com o proveito dos ataques cibernéticos e fraudes bancárias eletrônicas cometidas e recuperar valores ocultados em criptoativos. Na ocasião foram apreendidos R$ 90 mil em espécie.

Hoje, os policiais federais cumpriram o mandado de prisão preventiva, expedido pela 3ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro, contra o hacker que realizava ataques de alta complexidade aos sistemas da CEF. O foragido foi localizado no bairro de Guaratiba, zona oeste do Rio de Janeiro.

Dessa forma, a investigação possibilitou a busca de provas relacionadas aos crimes cometidos, a apreensão de bens obtidos com o proveito dos ataques cibernéticos e fraudes bancárias eletrônicas realizadas e recuperação dos valores. Ainda, os resultados das buscas possibilitarão a identificação de outros indivíduos eventualmente envolvidos no esquema criminoso, além do hacker que realizava ataques de alta complexidade aos sistemas e que foi identificado e detido.

O nome da operação, BLUE TEAM, faz referência à denominação técnica, no âmbito da segurança cibernética, de equipes que realizam a detecção e remoção de ameaças de redes, bem como ao trabalho conjunto da equipe do centro de operações de segurança da CAIXA com Policiais Federais da Superintendência Regional da Polícia Federal no Rio de Janeiro e da Divisão de Repressão aos Crimes Cibernéticos da Polícia Federal.

Fonte/Foto: Comunicação Social da Polícia Federal no Rio de Janeiro

Você pode Gostar de:

ESPÍRITO SANTO: Polícia Federal combate contrabando de migrantes, uma delas, inclusive, já foi indiciada e presa pelo mesmo crime

Vila Velha/ES – A Polícia Federal cumpre na sexta-feira (24/9) mandado de busca e apreensão …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *